Germinar na Bio Brazil Fair

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Segunda-feira sem carne

Na Bélgica foi lançado o “dia sem carne”. O ex-Beatle Paul McCartney convocou a “segunda-feira sem carne” e a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) acompanhou a tendência internacional.
Dias 3 e 4 de outubro, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo-SP, a campanha será lançada.

Programação:

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO DA CAMPANHA

Sábado (3 de outubro)



10h30: Aula de ioga com a professora Ana Cristina Ferreira, da escola Prema Yoga;

12h: Lançamento oficial da “Segunda sem Carne”, com passeio por exposição interativa que traz receitas culinárias, desenhos e informações sobre o consumo de carne;

12h, 14h e 16h: Oficinas para crianças sobre alimentação;

13h: Projeção do documentário “Home”, dirigido pelo fotógrafo Yann Arthus-Bertrand e
produzido pelo cineasta Luc Besson. Mostra imagens aéreas da terra com um discurso sobre mudanças climáticas;

13h às 18h: Demonstrações culinárias de chefs. É preciso retirar o ingresso com meia hora de antecedência;

16h10: Palestra “Alimentação e meio ambiente – Os impactos da pesca predatória, pecuária na Amazônia e introdução dos transgênicos na agropecuária”, com Rafael Cruz, do Greenpeace

16h40: Exibição do filme “A carne é fraca”, do Instituto Nina Rosa. Trata do impacto do consumo de carne para a saúde e para a natureza. Há ainda um debate com a ativista Nina Rosa.


Domingo (4 de outubro)

10h30: Ioga com o professor Orlando Alves, do Instituto Superior de Estudos do Shaivismo;

12h, 14h e 16h: Oficinas para crianças sobre alimentação

12h: Exibição do filme “Nação fast food”, adaptação do livro de Eric Schlosser. Aborda os males causados pela indústria do fast food;

13h às 18h: Demonstrações culinárias de chefs. É preciso retirar o ingresso com meia hora de antecedência;

13h20: Palestra com a socióloga Marly Winckler, presidente da
Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB);

14h50: Projeção do filme “Meat the Truth”, sobre como a pecuária contribuiu para o aquecimento global;

15h: Palestra com Ana Ceregatti, nutricionista e integrante da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB);

15h30: Exibição do longa-metragem “Como salvar o mundo”, que conta a história de um octogenário apaixonado por agricultura;

17h50: “Alimentação saudável – Maravilhoso mundo de sabores, cores e diversidade”, palestra com a chef Tatiana Cardoso, do restaurante vegetariano Moinho de Pedra.

domingo, 27 de setembro de 2009

Hippies? Livrem-nos de vocês, seus FDPs



Na internet correm diversos abaixo-assinados sobre a matança de baleias na Dinamarca. Alguns insistem que são golfinhos. Realmente, matança é matança.
Os assassinos não estão incomodados com as espécies. Assassinos são assassinos natos. E pronto. Alguns dizem e insistem na tese que “animais” não-humanos “não têm memória, sentimentos”... Pobres humanos!
O abaixo-assinado contra os assassinatos na Dinamarca estão em: (http://www.petitiononline.com/Dolphend/petition.html)
Agora, caminhar em praias do Brasil ou na cidade de São Paulo e ver penas de pássaros em formato de brincos também são motivos de protestos. Não comprar destes falsários é um bom caminho.
São jovens que vendem brincos com penas de araras, papagaios, maritacas.... Caso alguém pergunte o motivo: os hippies não matam; colhemos de pássaros de estradas; vendemos para matar a fome; e não matamos (quais hippies, imbecis? Hippies não existem mais e vocês não passam de assassinos).
Mentira! Além de não existirem mais, os hippies eram vegetarianos em sua maioria e nunca e em tempo algum colocariam “adereços ou venderiam” qualquer “mercadoria” advinda de animais.
Parem com esta farsa. Não passam de assassinos baratos, vazios e sem nenhum causa. São apenas hipócritas.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Cangurus ou slings: bebês junto ao corpo

Caminhada Nacional de Incentivo ao Sling
Data: 26/9/09, às 16h
Endereço: Rua Senador Souza Naves, 2.380 Londrina-PR
O sling é usado para transportar o bebê junto ao corpo, sustentado através de uma faixa, muito comum em diversas culturas.

O sling permite a conexão mamãe-bebê, o que favorece o desenvolvimento emocional do bebê, além de facilitar a vida da mãe em suas tarefas diárias.
Esse meio de carregar seu bebê estabelece uma excelente comunicação com a criança desde o início da vida, sendo um meio mais relaxado para vivenciar a relação pai/mãe/bebê. Mãe/pai calmo é bebê calmo também. É um bebê menos incomodado, que chora menos, que tem menos cólica, que dorme melhor à noite...
Ao “vestir” sua criança você estará compartilhando seu calor, o ritmo de sua respiração, o som de sua voz, o cheiro. Isso significa que você estará mais receptiva às necessidades dessa criança, estabelecendo uma melhor comunicação com ela.
Ao transportá-la dessa maneira, e mais ainda na posição vertical, você estará prevenindo a regurgitação e reduzindo a formação das cólicas, favorecendo a digestão.
O sling também é vantajoso quando a criança começa sentar, pois permite o novo movimento, matendo as perninhas juntas, não forçando a se manter abertas, numa fase em que as articulações do quadril ainda estão se formando.
O sling acomoda adequadamente o peso da criança pelos ombros e costas. Permitindo que os pais “slinguem” seus bebês por mais tempo sem se cansar.
O sling permite que os bebês tenham a mesma visão que o adulto, no mesmo nível de altura, nas atividades desenvolvidas. Isso os deixa mais seguros e permite que eles observem de uma forma harmônica tudo e todos. Bebês “slingados” são muito sociais e calmos.

Informações sobre os eventos: http://babywearingbrasil.org/

Ação animal: Antitouradas

sábado, 19 de setembro de 2009

EXPOSIÇÃO: A CUECA – Rua Frei Caneca, 1057 – Consolação, São Paulo-SP, até 20 de outubro, segunda à sexta, das 10h às 18h


AMARANTO


Texto indicado por Luiz Otávio, chef pâtissier e sócio-proprietário do Le Macaron Café

Fonte de minerais – rico em fibras e proteínas – contém aminoácidos essenciais
Um alimento completo


A novidade em grãos saudáveis é o amaranto, uma semente pertencente à família Amaranthaceae, originário da região dos Andes. Cultivado na antiguidade por maias, astecas e incas, atualmente foi reconhecido nutricionalmente por sua composição protéica e por seus aminoácidos singulares pela Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.
Poucos alimentos de origem vegetal contêm proteínas completas em sua composição de aminoácidos e por este perfil nutricional o amaranto – assim como a quinoa – foi selecionado pela NASA para fazer parte da alimentação da tripulação em missões espaciais. Possui 27% das necessidades diárias de proteínas em 100g de flocos, porém sua importância reside não apenas na quantidade, mas na qualidade protéica e no excelente balanço de aminoácidos, essenciais em uma dieta equilibrada para pessoas de todas as idades.
O amaranto em flocos é o grão integral laminado, rico em fibras e minerais como ferro, magnésio, fósforo, zinco, manganês e selênio. Também é fonte de vitaminas e cálcio, com 15% da ingestão diária recomendada pelo Ministério da Saúde em 100g de produto.
Esse grão tem como característica a ausência de glúten, o que o torna uma opção saudável para pessoas que não querem ou possuem intolerância a esta proteína (celíacos).
É muito nutritivo e de fácil preparo. Os flocos estão prontos para serem consumidos e podem ser adicionados no café da manhã, acompanhando frutas, cereais e iogurtes. Seu uso é adequado para o consumo diário também na forma de sopas, mingaus ou batido como shakes e sucos.

SUCO DE LARANJA E MAÇÃ COM AMARANTO
Ingredientes:
1 copo de suco de laranja
¼ de maçã verde orgânica com casca
1 colher (sopa) de Amaranto Orgânico em flocos
Adoce a gosto e adicione gelo a vontade.
Modo de preparo: bata no liquidificador por 2 minutos e sirva. Dica: se preferir utilize 2 fatias de manga substituindo as maçãs.

Le Macaron Café
Av. Leomil, 729 - Centro - Guarujá/SP - (13) 3326 6711
Luiz Otávio / Iolanda

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Declaração Universal dos Direitos dos Animais

video

1 - Todos os animais têm o mesmo direito à vida.
2 - Todos os animais têm direito ao respeito e à proteção do homem.
3 - Nenhum animal deve ser maltratado.
4 - Todos os animais selvagens têm o direito de viver livres no seu habitat.
5 - O animal que o homem escolher para companheiro não deve ser nunca ser abandonado.
6 - Nenhum animal deve ser usado em experiências que lhe causem dor.
7 - Todo ato que põe em risco a vida de um animal é um crime contra a vida.
8 - A poluição e a destruição do meio ambiente são considerados crimescontra os animais.
9 - Os diretos dos animais devem ser defendidos por lei.
10 - O homem deve ser educado desde a infância para observar, respeitar e compreender os animais.

Preâmbulo:
Considerando que todo o animal possui direitos;
Considerando que o desconhecimento e o desprezo desses direitos têm levado e continuam a levar o homem a cometer crimes contra os animais e contra a natureza;
Considerando que o reconhecimento pela espécie humana do direito à existência das outras espécies animais constitui o fundamento da coexistência das outras espécies no mundo;
Considerando que os genocídios são perpetrados pelo homem e há o perigo de continuar a perpetrar outros;
Considerando que o respeito dos homens pelos animais está ligado ao respeito dos homens pelo seu semelhante;
Considerando que a educação deve ensinar desde a infância a observar, a compreender, a respeitar e a amar os animais,

Proclama-se o seguinte
Artigo 1º 
Todos os animais nascem iguais perante a vida e têm os mesmos direitos à existência.
Artigo 2º 
1.Todo o animal tem o direito a ser respeitado.
2.O homem, como espécie animal, não pode exterminar os outros animais ou explorá-los violando esse direito; tem o dever de pôr os seus conhecimentos ao serviço dos animais
3.Todo o animal tem o direito à atenção, aos cuidados e à proteção do homem. 
Artigo 3º 
1.Nenhum animal será submetido nem a maus tratos nem a atos cruéis. 2.Se for necessário matar um animal, ele deve de ser morto instantaneamente, sem dor e de modo a não provocar-lhe angústia. 
Artigo 4º 
1.Todo o animal pertencente a uma espécie selvagem tem o direito de viver livre no seu próprio ambiente natural, terrestre, aéreo ou aquático e tem o direito de se reproduzir.
2.toda a privação de liberdade, mesmo que tenha fins educativos, é contrária a este direito. 
Artigo 5º 
1.Todo o animal pertencente a uma espécie que viva tradicionalmente no meio ambiente do homem tem o direito de viver e de crescer ao ritmo e nas condições de vida e de liberdade que são próprias da sua espécie.
2.Toda a modificação deste ritmo ou destas condições que forem impostas pelo homem com fins mercantis é contrária a este direito. 
Artigo 6º 
1.Todo o animal que o homem escolheu para seu companheiro tem direito a uma duração de vida conforme a sua longevidade natural. 
2.O abandono de um animal é um ato cruel e degradante. 
Artigo 7º 
Todo o animal de trabalho tem direito a uma limitação razoável de duração e de intensidade de trabalho, a uma alimentação reparadora e ao repouso.
Artigo 8º 
1.A experimentação animal que implique sofrimento físico ou psicológico é incompatível com os direitos do animal, quer se trate de uma experiência médica, científica, comercial ou qualquer que seja a forma de experimentação.
2.As técnicas de substituição devem de ser utilizadas e desenvolvidas. 
Artigo 9º 
Quando o animal é criado para alimentação, ele deve de ser alimentado, alojado, transportado e morto sem que disso resulte para ele nem ansiedade nem dor.
Artigo 10º 
1.Nenhum animal deve de ser explorado para divertimento do homem. 
2.As exibições de animais e os espetáculos que utilizem animais são incompatíveis com a dignidade do animal. 
Artigo 11º 
Todo o ato que implique a morte de um animal sem necessidade é um biocídio, isto é um crime contra a vida.
Artigo 12º 
1.Todo o ato que implique a morte de grande um número de animais selvagens é um genocídio, isto é, um crime contra a espécie.
2.A poluição e a destruição do ambiente natural conduzem ao genocídio. 
Artigo 13º 
1.O animal morto deve de ser tratado com respeito.
2.As cenas de violência de que os animais são vítimas devem de ser interditas no cinema e na televisão, salvo se elas tiverem por fim demonstrar um atentado aos direitos do animal. 
Artigo 14º 
1.Os organismos de proteção e de salvaguarda dos animais devem estar representados a nível governamental.
2.Os direitos do animal devem ser defendidos pela lei como os direitos do homem.

Proclamada em assembléia, pela UNESCO, em Bruxelas, no dia 27 de janeiro de 1978


SONETO DO GATO MORTO


Um gato vivo é qualquer coisa linda
Nada existe com mais serenidade
Mesmo parado ele caminha ainda
As selvas sinuosas da saudade

De ter sido feroz. À sua vinda
Altas correntes de eletricidade
Rompem do ar as lâminas em cinza
Numa silenciosa tempestade.

Por isso ele está sempre a rir de cada
Um de nós, e ao morrer perde o veludo
Fica torpe, ao avesso, opaco, torto

Acaba, é o antigato; porque nada
Nada parece mais com o fim de tudo
Que um gato morto.


De: MORAES, Vinícius de. Nova antologia poética. Org. por Antonio Cicero e Eucanaã Ferraz. Rio de Janeiro: Companhia das Letras, 2008.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Ecológico até na hora da morte

Centenas ou milhares de produtos desenvolvidos com papel, garrafa, entre outros reciclados, estão à disposição no mercado. Bolsas, sapatos, roupas, cadernos – encontramos quase tudo do que precisamos e até coisinhas, aparentemente, inúteis.
Levar uma sacola para o mercado ou feira virou sinônimo de bom-senso; é possível construir uma casa utilizando reciclados.
Mas caso queira fazer uma reforma ecológica, não deixe de escrever para este blog. Vou sugerir o local onde você NÃO deve procurar.

Caixão feito com papel reciclado

É fúnebre mesmo! A empresa fica no Reino Unido. “Projeto revolucionário e bonito, os caixões reúnem habilidades artesanais com estilo, elegância e respeito ao meio ambiente”. O Ecopod é adequado para cremação ou sepultamento em zonas arborizadas ou cemitérios tradicionais, e biodegrada naturalmente ao longo do tempo quando é enterrado no chão”. Eles são feitos com papel reciclado.
http://www.ecopod.co.uk/

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Vaquejada: data “comemorativa” da crueldade

13/12 - Dia Nacional da Vaquejada - PL 2655/07, da ex-deputada Jusmari Oliveira
(entre outras datas)
“A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou, nas duas últimas semanas, 60 projetos de lei que instituem novas datas comemorativas no calendário oficial brasileiro. As propostas são de autoria da Câmara e do Senado, e tramitam em caráter conclusivo” (http://www2.camara.gov.br/internet/homeagencia/materias.html?pk=139293)

Leia matérias sobre esta prática cruel em: http://conscienciaefervescente.blogspot.com/

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Guarujá: praias lindas e o melhor café da baixada


Pitangueiras, uma das praias do Guarujá, é lindíssima e com águas cristalinas. Óbvio que é nesta época do ano. A prefeita poderia pedir para distribuir panfletos de educação ambiental em temporadas.
É lamentável como os não-nativos sujam as praias com plásticos, latas, entre outras nojeiras; além dos vândalos com maus-gostos musicais e businas lamentáveis. No Guarujá poderia ter uma placa: cidade ecológica ou santuário ecológico.
Pitangueiras é a praia central e oferece um pouco de tudo, mas alguns lugares são meio imbatíveis: o Barril, no final da rua Rio de Janeiro é a melhor pizza, a melhor caipirósca e o melhor chope. A decoração é deslumbrante. Gostaria de acreditar que a Denise e o Ricardo vão dar um jeitinho, bem brasileiro, de fechar os vidros da entrada principal e deixar os fumantes à vontade. É só utilizar a entrada lateral para os não-fumantes.
O “pai” da lei que proíbe fumar cigarro, quando foi ministro da “saúde”, matou muitas pessoas de dengue no Rio de Janeiro. Aos assassinos e nazi-fascistas cabe ao povo e à história enterrarem.
Vamos voltar à vida:
- Le Macaron Patisseria e Cafeteria Ltda
Av. Leomil, 729 - Centro - Guarujá/SP - (13) 3326 6711
Luiz Otávio / Iolanda
http://www.lemacaron.com.br/index2.html
O Luiz é a gentileza em pessoa e tem um sorriso imbatível – é o “chéf” – faz doces e salgados maravilhosos.
A Iolanda é ótima: atenciosa, generosa e tira um café maravilhoso.
Clima gostoso e tudo de bom. Sou apaixonada por um bom café e, no Le Macaron, com certeza, é o melhor da baixada santista.
O Luiz enviou esta receita exclusiva para o blog. Espero que gostem.

Biscoito de Café

Ingredientes
• 200g de margarina sem sal picada em temperatura ambiente
• 01 xícara de açúcar de confeiteiro
• 03 colheres (sopa) de café solúvel
• 02 xícaras (chá) de farinha de trigo
• 01 colher (chá) de essência de baunilha
• 01 colher (sopa) de água
• 01 pitada de sal

Modo de preparar:

Na tigela grande da batedeira coloque a margarina, o açúcar e o sal. Bata bem e coloque a baunilha. Vá acrescentando a farinha e o pó de café solúvel peneirados, aos poucos, sem parar de bater, a ter obter uma mistura homogênea e firme. Com o auxílio de uma colher de café, faça bolinhas e as distribua em assadeira, sem untar. Asse em forno pré-aquecido (150ºC), por aproximadamente 15 a 20 minutos. Desenforme os biscoitos e deixe esfriar.

Cobertura

Derreta 200g de chocolate branco picado em banho-maria, coloque num saco de confeitar e decore os biscoitos.