Germinar na Bio Brazil Fair

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Tucumã - também para o corpo e cabelos


O tucumã, fruto de uma palmeira amazônica, de polpa grudenta e fribrosa , segundo Chaves (1947) é riquíssima em vitamina A, tendo a vitamina 90 vezes mais que o abacate e 3 vezes superior a da cenoura, possuindo também alto teor de vitamina B (tiamina) e alto teor de vitamina C, rivalizando com os cítricos..
O tucumã possui também alto valor energético (247 calorias por 100 gramas), além de glicídios (19,1%), lipídicos (16,6%) e protídeos (3,5%).Sendo assim, mesmo ignorando o fato, as populacões amazônicas estão bem beneficiados pelo suprimento vitamínico do tucumã.
Os indígenas usam as folhas da palmeira para confeccionar cordas dos arcos, redes para pesca e para dormir. Da madeira, dura e resistente, fazem muitas coisas, além de utilizarem o óleo da polpa e da amendoa, que além de cosmetíveis, usam-no para untar corpo e cabelo.

Descrição do fruto
Nome científico: Astrocaryum vulgare Mart.
Espécie nativa do norte da América do Sul, possivelmente do Pará, onde tem seu centro de dispersão. Distribuído até a Guiana Francesa e Suriname.
Fruto do tucumanzeiro, palmeira que chega a alcançar 10m de altura.
Essa palmeira produz cachos com numerosos frutos de formato ovóide, casca amarelo-esverdeada e polpa fibrosa, amarela, oleaginosa característica, que reveste o caroço.
Fonte: www.portaldaamazônia.com

Onde adquirir óleo de amêndoa de tucumã: hidratação para o corpo e brilho e movimento aos cabelos www.lojagerminar.com.br

quinta-feira, 22 de abril de 2010

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Curupira

Todo dia era dia de índio
Curupira é um ser mítico do folclore brasileiro, protetor das florestas e dos animais. Seu nome, em tupi-guarani, significa "coberto de feridas". Ele tem cabelos vermelhos, orelhas pontudas, pele verde (ou amarelada) e pés virados para trás. Pune aqueles que praticam qualquer forma de destruição à natureza, fazendo com que se percam na mata e não mais consigam voltar. Dizem os caboclos, que antes de uma tempestade ouve-se na floresta ruídos inexplicáveis de madeira estalando e afirmam ser o Curupira testando a resistência das árvores, pois caso estejam frágeis, ele mesmo as segura para que não caiam.
Também, dizem que ele tem o poder de ressuscitar animais mortos e que ele é o pai do moleque Saci Pererê.
Há uma versão que diz que o Curupira, como castigo, transforma os filhos e mulher do caçador mau, em caça, para que este os mate sem saber.

Curupira

O Curupira - Animação nacional, dirigida por Humberto Avelar

Pupunha



Período de safra: de janeiro a março.
A pupunheira dá um fruto em cachos, que pode ser arredondado ou cônico, e de várias cores: vermelha, amarela, alaranjada e até mesmo verde.
Modo de fazer:
- Cozinhar com água e sal até ficar "um pouco macia".
- Escorrer.
Como comer:- Retirar a casca e a semente, colocar um fio de azeite extra-virgem, passar na farinha de mandioca.
Acompanhamento:- Tomando café.
É muito bom.
Onde encontrar: Belém (Pará): Ver-o-Peso.

domingo, 18 de abril de 2010

Muiraquitã, o talismã das Amazonas

Antigamente havia uma tribo de mulheres guerreiras, as Icamiabas (legendária tribo das Amazonas), que não tinham marido e não deixavam ninguém se aproximar de sua taba
Manejavam o arco e a flecha com uma perícia extraordinária. Parece que Iaci, a lua, as protegia.
Uma vez por ano recebiam em sua taba os guerreiros guacaris como se fossem seus maridos. A lenda diz que, se dessa união nascessem filhos masculinos, estes eram entregues aos guerreiros para criá-los e as meninas ficavam com elas.
Naquele dia especial, pouco antes da meia-noite, quando a lua estava quase a pino, elas se dirigiam ao lago, levando nos ombros potes cheios de perfumes que derramavam na água para o banho purificador.
A meia-noite mergulhavam no lago e traziam um barro verde, dando formas variadas, como sapo, peixe, tartaruga, entre outros. Mas é a forma de sapo a mais representada por ser a mais original. Elas entregavam aos guacaris, que penduravam em seus pescoços, enfiados numa trança de cabelos das noivas, como m amuleto.
Até hoje, acredita-se que o muiraquitã traz felicidade a quem o possui, sendo, portanto, considerado como um amuleto.

Em Belém-PA, Mercado Ver-o-Peso, há artesanatos lindos, comidas da terra, polpas e frutas.
Artesanatos: Ver-a-Arte – arte marajoara, tapajônica e rupestre (com um diferencial: não há penas de pássaros). Tel. (91) 3212-0247

Não compre acessórios feitos com penas, ossos e pelos. O crime não é arte.

sábado, 17 de abril de 2010

Delicadeza é bom

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Comida viva: alimentação inteligente


Este é um livro diferente, inovador e que irá surpreendê-lo!

As receitas que irá encontrar neste livro são saudáveis e rápidas, respeitam nosso corpo, o nosso Templo, e causam o mínimo de impacto ambiental ao nosso Planeta Terra.

Respeitam também, a nossa fisiologia e a anatomia humana, priorizando o nosso alimento ideal, as Frutas e como complemento, as Verduras, os Vegetais e algumas poucas Sementes e Castanhas, sendo assim, receitas cruas e veganas.

Estas receitas: - Não levam adição de sal, açúcar e outros temperos e condimentos;
-Não é preciso cozinhar e levar horas para prepará-los;
-Não é preciso comprar nenhum alimento importado e caro
pois as receitas são feitas com alimentos locais e da estação;
-Não são utilizados alimentos de origem animal tais como carne de todos os tipos, leite e derivados e que tenham passado por muitos processos, adições e industrialização para chegar até sua mesa.

Quer dizer, nada que modifique o que a Mãe Natureza criou e nos deu com tanta simplicidade, amor e beleza.
 

Você saberá porque podemos nos deliciar com os alimentos tais como são, ainda em seu estado cru, maduro, fresco, integral e, de preferência, orgânico.
Você irá constatar tudo isso e muito mais com sua própria experiência, criatividade, vivenciando desta nova e, desde sempre, forma de se alimentar.

Na Natureza, nada se perde, tudo se transforma!

Adquira em: http://www.comidaecologica.com.br/bemvindo/nossos-produtos/alimentacao-inteligente/

quarta-feira, 7 de abril de 2010

A boa terra: biodiversidade da Amazônia peruana


Assisti no final de semana. A TV Brasil tem uma excelente programação e é melhor ainda na madrugada.

domingo, 4 de abril de 2010

Natura é acusada de biopirataria

Acompanhe a tramitação da ação civil pública na 3a Vara da Justiça Federal do Acre: Ação civil pública do Ministério Público Federal (MPF), que envolve o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), acusa a indústria de cosméticos Natura, a Chemyunion Química Ltda e o empresário Fábio Dias Fernandes, proprietário da empresa Tawaya, de Cruzeiro do Sul (AC), fabricante de sabonete de murumuru, de se apropriar indevidamente de conhecimentos tradicionais da etnia indígena ashaninka da aldeia Apiwtxa do rio Amônia. A acusação de biopirataria refere-se ao uso do ativo de murumuru (Astrocaryum ulei Burret). AQUI

sábado, 3 de abril de 2010

Luminescência

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Malária (II): cobaias humanas servem aos EUA

Malária: os EUA estão "biopirateando" o nosso mosquito

Por Chico Araújo

Há também indícios de que o National Institute of Health, dos Estados Unidos, investiu ilicitamente nos últimos anos mais de US$ 20 milhões na Amazônia na busca do mosquito transmissor da malária. As ações, segundo a Abraspec, contariam com a ajuda direta de vários pesquisadores e autoridades brasileiras. “Há provas de que foram pagos mais de US$ 925 mil só por aquele estudo realizado no Amapá (Heterogeneidade de Vetores e Malária no Brasil) fora todos os outros que ainda estão em andamento em solo brasileiro”, assegura o presidente da Abraspec, o advogado Jardson Bezerra. O advogado é especialista em Biodireito.